terça-feira, 22 de agosto de 2017

Sobre veganismo

<<O termo "ortomolecular" surgiu na década de 1960 e significa "as moléculas certas nas quantidades certas" (orto-grego implica "correto"). Os defensores da medicina ortomolecular sustentam que o tratamento deve basear-se na bioquímica individual de cada paciente.
Medicina ortomolecular está relacionada ao campo da naturopatia.>>
Tava a comer a minha papa de trigo sarraceno orgânica, temperada com sal rosa do himalaya, agave, canela, tempero de abóbora e sementes de shia (já pareço aquele veganos presunçosos...mas não tem nada de mais comer vegan. E a palavra ortomolecular martelava sem parar na minha cabeça. Eu como não gosto de ficar com perguntas sem resposta fui a tia Google (mas poderia ter sido a tia Yahoo, a Bing ou a Terra)...
Então lembrei-me que durante anos li sobre vegetarianismo e os ditos prós e contras (fui uma "falsa" vegetariana por 2 anos - descobri anos depois, ao saber a origem da gelatina e das gomas lol) mas só o era por causa de um problema digestão difícil que não sei se arranjei aonde. No meio desse processo tive contacto com a dieta do grupo sanguíneo e supostamente grupo A Rh positivo são "naturalmente" vegetarianos (não está comprovada essa teoria). Depois quando levei a sério a minha missão de ser caenxe comecei um regime alimentar rico em proteína animal e suplementos em função do meu corpo mesomorfo e dos meus objectivos de treino (kickboxing e musculação), entretanto comecei a ler mais sobre nutrição enquanto me envolvi em agricultura orgânica (por sustentabilidade e controle alimentar autónomo) desde o processo de criar um composto totalmente orgânico, fertilizar a terra sem químicos, entender os processos de saturação da mesma, plantar e proteger os cultivos de pragas sem químicos e só comer o que produzo, cheguei a conclusão que:
1. Seres humanos deveríamos ter uma alimentação exclusivamente vegan se as condições forem propícias (há regiões e condições ambientais que as pessoas têm que comer carne e peixe e inclusive têm sistemas de conservação ancestrais dos mesmos tipo fumar, salgar e secar...congelar naturalmente nem todas as regiões podem).
2. Veganismo é mais barato. Podem dizer o que disserem, e só falo disso após ano e meio de experimentação prática, numa condição financeira precária e totalmente por minha conta e risco há milhares de kilometros longe do meu habitat social.
- Veganismo implica consciência alimentar, a partir do momento que se ganha consciência alimentar, se desperdiça menos comida e menos dinheiro a comprar lixo que chamamos de comida. Exemplo disso foram várias situações que presenciei em super mercados em que:
a) uma pessoa disse para a outra "esse brócolis tá muito caro, são 1,65 dólares (UM dólar vírgula sessenta e cinco centimos)", eu olhei de esguelha para o carinho de compras delas e tinha lá salgadinhos de pacote (cheetos ou sei lá o quê) só esse pacote era 1,65usd; 6 refrigerantes de 2L cada, e cada garrafa custa 1,45usd, tinha saco de pão feito com farinha branca refinada, e que 4 pãezinhos são 1usd...ou seja é só fazer contas, não é a porcaria da verdura que tá cara, é a falta de consciência e conhecimento nutricional;
b) uma pessoa diz para a outra comer verduras é "muito caro" mas gasta quase 300usd em medicação para "tratar" as diabetes. 300usd compra vegetais por um mês e algo mais para uma família de 4 pessoas.
d) pessoas reclamam de que em bairros periféricos não existem lojas com produtos frescos e comida saudável...o que acho curioso é que as pessoas para irem ao médico, igreja ou tratamento espiritual são capazes de percorrer kilometros nem que seja diariamente, mas para cuidar da própria saúde têm preguiça.
c) vais conversar com essas pessoas para lhes entender e saber das suas dificuldades mas afinal têm acesso a informação e como não gostam de lidar com os próprios vícios tipo a própria preguiça, maus hábitos, auto indulgência, preferem rebater sem argumentos coerentes que o veganismo é coisa elitista sem respeito pelos pobres... é assim, que existam pessoas vegan que continuam a ser as mesmas imbecis do costume é uma coisa, mas é responsabilidade individual cuidar do próprio corpo e aprender sobre ele, e mais, mesmo com tanto acesso a informação quando se cansam de combater o veganismo com falácias do espantalho, não utilizam o acesso a informação que têm excepto, claro, para saber spoiler de filme, telenovela, séries e fofocas dos famosos em geral.
Auto cuidado nutricional é fundamental, pois autonomia nutricional é garantia de boa saúde e longevidade e é barato sim (é uma questão de consciência), e é só começarem a lutar contra o vício em relação aos produtos refinados como açúcar, farinhas e óleos (eu sei que é difícil, é uma batalha que travo diariamente, mas não é impossível e desculpas fajutas não ajudam).
Ficam as dicas tais como:
Como fazer a própria horta (muita gente em Angola tem quintal que só serve para fazer sentadas..deixem disso, abram os olhos pois até comida tá a ser falsificada hoje em dia.
Pagina sobre veganismo para todos:
E porque capital financeiro é de suma importância no mundo actual aqui mais essa dica:http://onlinesecretsauce.com/9gurus...

Sem comentários:

Enviar um comentário